Justiça decreta bloqueio de bens de Geraldo Alckmin

Justiça decreta bloqueio de bens de Geraldo Alckmin

Justiça decreta bloqueio de bens de Geraldo Alckmin (PSDB).

A 1ª Zona eleitoral de São Paulo decretou nesta quarta-feira (05), o sequestro de bens e imóveis de até R$ 11,3 milhões relacionados ao ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB), do ex-tesoureiro da campanha, Marcos Antonio Monteiro e Sebastião Eduardo Alves de Castro, ex-assessor de Secretaria de Planejamento do governo Alckmin.

A Polícia Federal (PF), fez o pedido para a Justiça, afirma que os valores foram sequestrados para ressarcir os prejuízos gerados por crime de corrupção passiva.

Em nota, o diretório do PSDB de São Paulo afirmou que a decisão judicial vai comprovar a idoneidade de Alckmin.