Dilma protagoniza mais um episódio de confusão com a língua portuguesa

Dilma protagoniza mais um episódio de confusão com a língua portuguesa ao fazer acusação confusa contra PM

Dilma protagoniza mais um episódio de confusão com a língua portuguesa ao fazer acusação confusa contra PM.

A ex-presidente do Brasil, Dilma Rousseff (PT), protagonizou, na tarde desta última sexta-feira (14), mais um episódio de confusão com a língua portuguesa ao acusar a Polícia Militar de Minas Gerais (PM-MG) de gravar o que chamou de “ação fascista”.

Conhecidíssima pelos seus discursos não tão didáticos, Dilma já virou alvo de piadas nas redes sociais por misturar diversos termos desconexos e de difícil compreensão.

A própria PM está filmando e exibindo a sua ação truculenta contra os moradores do Quilombo Campo Grande, em Minas.

“Isto significa, literalmente, um ato de guerra híbrida e uma ação fascista”, escreveu Dilma.

Prontamente, a corporação aproveitou para responder o questionamento feito pela ex-chefe de Estado. Na mensagem, a PM mineira afirmou que não conseguiu entender a afirmação de Dilma e o comentário logo viralizou nas redes sociais.

– Não conseguimos entender o que a senhora quis dizer… – escreveu a PM de Minas Gerais.

No Twitter, o assunto logo ganhou repercussão e a mensagem de resposta se espalhou por diversos perfis. Na postagem original, o número de curtidas até a manhã deste sábado já chegava a quase 4 mil.

Os internautas também aproveitaram para lembrar algumas das inúmeras falas confusas feitas por Rousseff como os famosos “estocar vento”, “humanidade mais humana”, “saudar a mandioca”, “colocar meta, deixar a meta aberta, atingir a meta e dobrar a meta” e diversos outros pronunciamentos embaralhados.

Veja Muito Mais Sobre o Presidente Jair Bolsonaro e Seus Ministros de Governo no Site Welesson Oliveira!

Visite Nosso Site “Periquito Esporte e Notícias

Dilma protagoniza mais um episódio de confusão com a língua portuguesa ao fazer acusação confusa contra PM

Entretanto… No entanto… De acordo com o… Ainda de acordo com… Mesmo que… Por outro Lado… Além disso… Mesmo porque… Aliás… Afinal… Ademais… Anteriormente… Assim… contudo… Embora… Enquanto… Então… Entretanto… Outrossim… Pois… Por enquanto… Por enquanto…