"Não é no grito, nem na canetada" diz Bolsonaro sobre inflação

“Não é no grito, nem na canetada” diz Bolsonaro sobre inflação

“Não é no grito, nem na canetada” diz Bolsonaro sobre inflação.

O presidente da República Jair Bolsonaro concedeu entrevista coletiva nesta sexta-feira (04), aos jornalistas e falou sobre o aumento da inflação e em consequência o aumento dos preços dos alimentos nos supermercados.

Bolsonaro perguntou aos jornalistas e apoiadores sobre o preço dos alimentos:

“Está subindo o arroz, o feijão, o óleo está subindo muito?” perguntou Bolsonaro, que ao ouvir que “Sim”, disse que teria conversado com alguém sobre a situação vivida pelo Brasil, e as consequência do congelamento da economia do país, que reflete no aumento do preço no mercado.

“Acabei de conversar um intermediário da Associação dos Supermercados […] Não é no grito, não é na canetada, ninguém vai dar canetada em lugar nenhum” afirmou Bolsonaro.

Em seguida, Bolsonaro falou sobre o pagamento do auxílio emergencial:

“Veio o auxílio emergencial, veio, o pessoal começou a gastar um pouco mais. Muito papel na praça e a inflação vem. Estamos conversando, ver se o produto da cesta básica aí […] Estou pedindo um sacrifício, patriotismo dos grandes donos de supermercados, para manter o preço menor ou à margem do lucro” disse Bolsonaro.

Segundo Bolsonaro, “Ninguém pode trabalhar de graça, e a melhor maneira de controlar a economia é não interferindo, se não da canetada e não dá certo”

Continue acompanhando aqui em nosso site, as notícias mais relevantes do seu dia a dia. Notícias do Brasil e do mundo, com responsabilidade e credibilidade.

Veja Muito Mais Sobre o Presidente Jair Bolsonaro e Seus Ministros de Governo no Site Welesson Oliveira!

Visite Nosso Site “Periquito Esporte e Notícias

“Não é no grito, nem na canetada” diz Bolsonaro sobre inflação

"Não é no grito, nem na canetada" diz Bolsonaro sobre inflação
“Não é no grito, nem na canetada” diz Bolsonaro sobre inflação

Entretanto… No entanto… De acordo com o… Ainda de acordo com… Mesmo que… Por outro Lado… Além disso… Mesmo porque… Aliás… Afinal… Ademais… Anteriormente… Assim… contudo… Embora… Enquanto… Então… Entretanto… Outrossim… Pois… Por enquanto… Por enquanto…