Bolsonaro defende abertura do comércio: “Se agravar, vem para o meu colo”

Bolsonaro defende abertura do comércio: “Se agravar, vem para o meu colo”.

O presidente Jair Bolsonaro, discursou durante a cerimônia de posse do novo ministro da Saúde Nelson Teich e disse que o governo jamais “abandonou em momento nenhum, os mais necessitados” em meio a pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2).

“O que eu conversei com o Dr. Nelson é que, gradativamente, nós temos que abrir o emprego no Brasil. Essa grande massa de humildes não tem como ficar presos em casa. E o pior, quando voltar não tem emprego” disse Bolsonaro.

Ao defender a volta ao emprego e a abertura do comércio no Brasil, Bolsonaro reforçou que o novo ministro da Saúde, Nelson Teich, tem uma visão “um pouco diferente” do ex-ministro Luiz Henrique Mandetta.

“Eu tenho o dever de decidir, eu não posso me omitir, eu tenho que buscar aquilo que, segundo o povo que acreditou em mim deve ser feito. A visão de Mandetta, uma visão muito boa, era da saúde, da vida. Na minha entrava o Paulo Guedes, a economia, o emprego. Desde o começo eu tinha uma visão, e eu ainda tenho, que nós devemos abrir o emprego. Porque o efeito colateral não pode ser mais danoso que o próprio remédio” afirmou Bolsonaro durante discurso.

Segundo Bolsonaro, “Essa briga se começar a abrir para o comércio é um risco que eu corro, porque se agravar, vem para o meu colo. Agora, o que eu acredito: que muita gente já está tendo consciência que tem que abrir”.

Veja Muito Mais Sobre o Presidente Jair Bolsonaro e Seus Ministros de Governo no Site Welesson Oliveira!

Visite Nosso Site “Periquito Esporte e Notícias

Bolsonaro defende abertura do comércio: “Se agravar, vem para o meu colo”

Entretanto… No entanto… De acordo com o… Ainda de acordo com… Mesmo que… Por outro Lado… Além disso… Mesmo porque… Aliás… Afinal… Ademais… Anteriormente… Assim… contudo… Embora… Enquanto… Então… Entretanto… Outrossim… Pois… Por enquanto… Por enquanto…

Últimas Notícias Selecionadas Pra Você