Bolsonaro sobre Auxílio Emergencial, "Cobra de quem te determinou...

Bolsonaro sobre Auxílio Emergencial, “Cobra de quem te determinou ficar em casa, fechou o comércio e acabou com seu emprego.”

Bolsonaro sobre Auxílio Emergencial, “Cobra de quem te determinou ficar em casa, fechou o comércio e acabou com seu emprego.”.

O presidente da República, Jair Messias Bolsonaro (Sem Partido), na manhã desta sexta-feira (12/2/21), conversou com apoiadores e falou sobre a Reação da Bolsa, preço do Dólar, Combustíveis, Facebook, Futuro Sombrio, Impostos, ICMS, Pis e muito mais.

Sobre o auxílio emergencial, o presidente voltou a destacar atuação do governo e “sugeriu” que o benefício fosse disponibilizado pelos Estados.

“Qual país da América do sul adotou o auxílio emergencial? Nós botamos por cinco meses R$ 600 reais, por quatro meses R$300. Quando termina, dão porrada em mim. Cobra de quem te determinou ficar em casa, fechou o comércio e acabou com seu emprego. Cobra dos governadores, governadores podem dar auxilio emergencial para vocês”, desabafou Bolsonaro.

Bolsonaro propõe projeto para prever imposto do combustível
O presidente destacou que o endividamento em 2020 foi grande e disse lamentar a situação.

São 68 milhões de pessoas (dependentes do auxílio emergencial). Quando era R$ 600 reais era quase R$ 50 bilhões por mês em endividamento. Quem vai paar essa conta? São vocês. A gente tem dificuldade? Sei que tem. Lamento? Lamento. Tenho pena? Tenho pena. Mas se não nos desajustarmos economicamente vem inflação galopante aí”, ressaltou.

VEJA O VÍDEO:

Continue acompanhando aqui em nosso site, as notícias mais relevantes do seu dia a dia. Notícias do Brasil e do mundo, com responsabilidade e credibilidade.

Veja Muito Mais Sobre o Presidente Jair Bolsonaro e Seus Ministros de Governo no Site Welesson Oliveira!

Visite Nosso Site “Periquito Esporte e Notícias

Bolsonaro sobre Auxílio Emergencial, “Cobra de quem te determinou ficar em casa, fechou o comércio e acabou com seu emprego.”

Bolsonaro a apoiadores, "Vou apanhar agora. Devo publicar agora, quase certo hoje, três ou quatro decretos sobre armas".
Bolsonaro a apoiadores, “Vou apanhar agora. Devo publicar agora, quase certo hoje, três ou quatro decretos sobre armas”.

Entretanto… No entanto… De acordo com o… Ainda de acordo com… Mesmo que… Por outro Lado… Além disso… Mesmo porque… Aliás… Afinal… Ademais… Anteriormente… Assim… contudo… Embora… Enquanto… Então… Entretanto… Outrossim… Pois… Por enquanto… Por enquanto…