Brasil vai às ruas em apoio ao presidente Bolsonaro

Brasil vai às ruas em apoio ao presidente Bolsonaro e aos ministros de governo.

As manifestações marcadas para o dia 15 de março, será uma ato totalmente de iniciativa popular, de milhões de brasileiros inconformados com as decisões tomadas pelo Congresso Nacional e pelo Supremo Tribunal Federal (STF) e que tem atrapalhado as ações do governo Federal.

O movimento começou após uma declaração do ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência (GSI), General Augusto Heleno, que disse: “Não podemos aceitar esses caras chantagearem a gente o tempo todo. Foda-se”.

Vários parlamentares da base do governo apoiaram de imediato a convocação das manifestações, como as deputadas Carla Zambelli, Bia Kicis e o deputado Coronel Sandro.

“Ir às ruas de novo para defender o Brasil? Estou dentro” escreveu Carla Zambelli.

Já Bia Kicis disse: “Iremos às ruas A favor do presidente e da democracia. A favor da separação de Poderes e das Instituições”.

Brasil vai às ruas em apoio ao presidente Bolsonaro

No entanto, como de costume, a convocação para a manifestação do dia 15 causou reação imediata da extrema-esquerda. Veja as declarações:

Rodrigo Maia: “Criar tensão institucional não ajuda o País a evoluir. Somos nós, autoridades, que temos de dar exemplo de respeito às instituições e à ordem constitucional. O Brasil precisa de paz e responsabilidade para progredir”.

Fernando Henrique Cardoso: “A ser verdade, como parece, que o próprio presidente (Jair Bolsonaro) tuitou convocando uma manifestação contra o Congresso (a democracia) estamos com uma crise institucional de consequências gravíssimas. Calar seria concordar. Melhor gritar enquanto se tem voz, mesmo no carnaval com poucos ouvidos”.

Lula: “Bolsonaro nunca combinou com a democracia. É um falso patriota que entrega nossa soberania aos Estados Unidos e condena o povo à pobreza. Um falso moralista que acoberta o Queiroz e outros corruptos e criminosos […] É urgente que o Congresso Nacional, as instituições e a sociedade se posicionarem diante de mais esse ataque para defender a democracia”.

Dilma Rousseff: “Bolsonaro e o general Heleno estão atentando descaradamente contra a Constituição e a democracia ao convocar manifestações contra o Congresso Nacional. Torna-se urgente e necessária forte resposta das instituições ou o País mergulhará mais uma vez na escuridão das ditaduras”

Gilmar Mendes: “A CF88 garantiu o nosso maior período de estabilidade democrática. A harmonia e o respeito mútuo entre os Poderes são pilares do Estado de Direito, independente (sic) dos governantes de hoje ou de amanhã. Nossas instituições devem ser honradas por aqueles quais incube guardá-las”

Celso de Mello:

Alexandre Frota: “Eu acabo de solicitar uma junta de advogados que, diante dos fatos, ameaças e do disparo do vídeo do celular dele….Vou entrar com o pedido de impeachment”.

João Dória: “É mais um equívoco do governo Bolsonaro apoiar uma iniciativa como essa. Essa iniciativa afronta à democracia. Sou totalmente contra”.

O deputado mineiro Coronel Sandro (PSL-MG) saiu em defesa do presidente Jair Bolsonaro e disse que, “Quem é contra o presidente Jair Messias Bolsonaro é contra o Brasil.

Veja Muito Mais Sobre o Presidente Jair Bolsonaro e Seus Ministros de Governo no Site Welesson Oliveira!

Visite Nosso Site “Periquito Esporte e Notícias

Entretanto… No entanto… De acordo com o… Ainda de acordo com… Mesmo que… Por outro Lado… Além disso… Mesmo porque… Aliás… Afinal… Ademais… Anteriormente… Assim… contudo… Embora… Enquanto… Então… Entretanto… Outrossim… Pois… Por enquanto… Por enquanto…

Últimas Notícias Selecionadas Pra Você