Comissão de Ética da Presidência proíbe Sérgio Moro de atuar como advogado por 6 meses

Comissão de Ética da Presidência proíbe Sérgio Moro de atuar como advogado por 6 meses.

A Comissão de Ética da Presidência da República decidiu nesta terça-feira (2), proibir o ex-ministro da Justiça e Segurança (MJSP) Sérgio Moro de advogar pelos próximos seis meses.

No entanto, Sérgio Moro foi autorizado a dar aulas e escrever artigos para a imprensa. No período de seis meses, que durar a proibição, Moro seguirá recebendo salário de R$ 31 mil, pagos a integrantes do mais alto escalão.

Na semana passada, o Conselho de Ética já havia determinado uma quarentena para o ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, o proibindo de atuar na iniciativa privada pelo período de seis meses.

O pedido de reconsideração de Mandetta foi feito durante reunião da Comissão de Ética da Presidência nesta quarta-feira, mas houve pedido de vista.

O impedimento de exercer as atividades profissionais impostas aos ex-ministros tem como justificativa o fato de eles terem informações privilegiadas no governo.

Veja Muito Mais Sobre o Presidente Jair Bolsonaro e Seus Ministros de Governo no Site Welesson Oliveira!

Visite Nosso Site “Periquito Esporte e Notícias

Comissão de Ética da Presidência proíbe Sérgio Moro de atuar como advogado por 6 meses

Entretanto… No entanto… De acordo com o… Ainda de acordo com… Mesmo que… Por outro Lado… Além disso… Mesmo porque… Aliás… Afinal… Ademais… Anteriormente… Assim… contudo… Embora… Enquanto… Então… Entretanto… Outrossim… Pois… Por enquanto… Por enquanto…

Últimas Notícias Selecionadas Pra Você