Vagas

Vaga de Emprego

Vagas e Oportunidades

Emprego Detran

Joaquim Levy explica o jeitinho brasileiro nos financiamentos na CPI do BNDES

A Comissão de Inquérito Parlamentar (CPI), ouviu hoje o ex-ministro da Fazenda e ex-presidente do BNDES, Joaquim Levy, e ele explica o jeitinho brasileiro nos financiamentos na CPI do BNDES.

Segundo o ex-presidente do BNDES, disse que entre os anos de 2009 e 2014, logo depois do período em que ele foi ministro da Fazenda, no governo Dilma.

“Houve uma expansão neste período, dos desembolsos do BNDES, depois houve uma queda. Sem dúvidas, hoje, o BNDES é bem mais magrinho que no passado” disse Joaquim Levy.

As atividades iniciais do Banco em sua maioria, de acordo com o ex-presidente, era voltada em atingir as metas primárias, muitas vezes irrelevantes para o governo petista.

“Essa expansão foi alcançadas com algumas atividades que tiveram consequências não totalmente favoráveis, mas muito sérias do ponto de vista fiscal- e até mesmo a contabilidade fiscal das atividades, com implicações sérias para o banco” afirmou.

Levy ainda explicou a maneira em que os financiamentos dos bancos eram realizados, todos abaixo da linha e assim não gerava um défice primário, quando o governo punha o dinheiro la dentro” pontuou.

“Quando o BNDES dava lucro, o governo tomava 100% de dividendos- O dividendo era igual 100% de lucro” explicou.

Confira o vídeo da CPI, onde Joaquim Levy explica detalhes do financiamento:

Visite Nosso Site “Periquito Esporte e Notícias