Justiça de SP nega pedido de liberdade a Cristian Cravinhos

Justiça de SP nega pedido de liberdade a Cristian Cravinhos, acusado pelo assassinato do casal Manfred e Marísia Von Richthofen, pais de Suzane Von Richthofen.

O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP), negou o pedido de Cristian Cravinhos e o condenou a quatro anos e oito meses de prisão, além do pagamento de 23 dias-multa por corrupção ativa.

Cristian Cravinhos está preso desde abril de 2018, depois de ter tentado subordinar policiais militares o ter se envolvido em uma briga de bar em SP. A briga ocorreu enquanto ele cumpria sua pena em regime aberto, pelo assassinato do casal Manfred e Marísia Von Richthofen, em 2002.

A decisão foi expedida na quarta-feira (12) pela 11ª Câmara de Direito Criminal, que também negou o pedido do Ministério Público para aumento da pena.

Os policiais contaram em depoimento que Cristian tentou oferecer R$ 1 mil para não ser levado à delegacia, por medo de sua liberdade provisória revogada. Ele também teria afirmado que seu irmão Daniel poderia repassar mais R$ 2 mil aos agentes.

Na decisão proferida em outubro de 2018, quando o caso tramitava em 1ª instância, a Justiça reforçava que Cravinhos havia sido flagrado a 100 km do seu município, em “posse de munição de uso restrito” e “oferecimento de dinheiro para que policiais evitassem ato de ofício, caracterizando corrupção ativa”.

Além disso, a decisão negou a possibilidade de Justiça gratuita, alegando que o réu “viajou quilômetros para esta cidade, numa motocicleta de alto valor, em posse de mil e quinhentos em espécie e de celular padrão de consumo elevado”, De acordo com a sentença inicial, Cristian está condenado “até o longínquo ano ano de 2032”.

Veja Muito Mais Sobre o Presidente Jair Bolsonaro e Seus Ministros de Governo no Site Welesson Oliveira!

Visite Nosso Site “Periquito Esporte e Notícias

Justiça de SP nega pedido de liberdade a Cristian Cravinhos

Entretanto… No entanto… De acordo com o… Ainda de acordo com… Mesmo que… Por outro Lado… Além disso… Mesmo porque… Aliás… Afinal… Ademais… Anteriormente… Assim… contudo… Embora… Enquanto… Então… Entretanto… Outrossim… Pois… Por enquanto… Por enquanto…

Últimas Notícias Selecionadas Pra Você