Vagas

Vaga de Emprego

Vagas e Oportunidades

Emprego Detran

Ministro do STF nega pedidos de liberdade feitos pela defesa de João de Deus

O Ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, negou, nesta última sexta-feira (21), pedidos de liberdade e de prisão domiciliar feita pela defesa de João de Deus.

Preso desde dezembro do no passado (2018), ele [João de Deus] é acusado de cometer crimes sexuais enquanto fazia atendimentos em uma cidade próxima a Goiânia.

Ao analisar os pedidos feito pela defesa, Lewandowski decidiu manter a decisão tomada pela sexta turma do Supremo Tribunal de Justiça (STJ), que determinou que João de Deus deixasse o hospital onde estava internado e voltasse para a cadeia.

O pedido ainda terá de ser julgado definitivamente pelo Supremo Tribunal Federal (STF). A data ainda não está prevista.

A defesa de João de Deus argumentou que ele está preso a mais de seis meses, sem que ele apresente riscos para o processo, além de ser portador de doença grave.

Os advogados apresentaram diversos documentos sobre a situação de saúde dele.

“Paciente está preso há seis meses, é pessoa idosa, com 77 anos de idade, portador de doença coronária e vascular grave, recentemente operado de um câncer agressivo no estômago, hipertenso, razão pela a qual o tempo até o julgamento do writ trará danos irreversíveis a ele”, argumentou.

Visite Nosso Site “Periquito Esporte e Notícias