Vagas

Vaga de Emprego

Vagas e Oportunidades

Emprego Detran

“O próprio Lula, que é uma alma penada, sabe que está mentindo”, diz Guilherme Fiuza

“O próprio Lula, que é uma alma penada, sabe que está mentindo”, diz Guilherme Fiuza. O colunista relembrou o papel do ex-presidente na engrenagem dos esquemas criminosos descobertos durante a gestão petista.

No programa Os Pingos no Is, da rádio Jovem Pan, o jornalista Guilherme Fiuza comentou as declarações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que proferiu um discurso nesta quarta-feira, 10, no Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo (SP).

No pronunciamento, o petista alegou ser um perseguido político e uma vítima de injustiça.

Além disso, atacou o presidente Jair Bolsonaro, o ex-juiz Sergio Moro — a quem chamou de “o maior mentiroso da história” —, e os procuradores da Lava Jato, acusando-os de quadrilheiros.

“O próprio Lula, que é uma alma penada, sabe que está mentindo”, disse Fiuza.

“Ele [Lula] vendeu um pedaço do Estado brasileiro, para enriquecer e viver bem. Deu dinheiro aos familiares, amigos e correligionários”, afirmou.

Segundo o colunista da Revista Oeste e comentarista da Jovem Pan, o voto do desembargador João Pedro Gebran Neto, relator da Operação Lava Jato no Tribunal Regional Federal da Quarta Região (TRF-4), é “bastante didático” para explicar os crimes cometidos pelo petista.

“Ele [o voto] traça exatamente as teias do sistema de corrupção que tinha no Lula não só o centro, mas o mentor”, asseverou Fiuza.

“O próprio Lula, que é uma alma penada, sabe que está mentindo”, diz Guilherme Fiuza

VEJA O VÍDEO:

Continue acompanhando aqui em nosso site, as notícias mais relevantes do seu dia a dia. Notícias do Brasil e do mundo, com responsabilidade e credibilidade.

Veja Muito Mais Sobre o Presidente Jair Bolsonaro e Seus Ministros de Governo no Site Welesson Oliveira!

Visite Nosso Site “Periquito Esporte e Notícias

Entretanto… No entanto… De acordo com o… Ainda de acordo com… Mesmo que… Por outro Lado… Além disso… Mesmo porque… Aliás… Afinal… Ademais… Anteriormente… Assim… contudo… Embora… Enquanto… Então… Entretanto… Outrossim… Pois… Por enquanto… Por enquanto…