Presidente Bolsonaro volta a afirmar que "Economia e Saúde tem...VEJA!

Presidente Bolsonaro volta a afirmar que “Economia e Saúde tem que andar de mãos dadas”

Presidente Bolsonaro volta a afirmar que “Economia e Saúde tem que andar de mãos dadas”.

O presidente da República, Jair Messias Bolsonaro (Sem Partido), cumpre agenda nesta quinta-feira (10/12), no Rio Grande do Sul, onde participou da Inauguração do Eixo Principal da nova ponte do Guaíba, em Porto Alegre.

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas e o Diretor-Geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (DNIT), general Santos Filho, também participaram da cerimônia nesta manhã de quinta-feira.

A nova ponte de Guaíba estava em obras há seis anos. Nesta quinta-feira (10/12), a estrutura será entregue parcialmente; os veículos poderão usar o vão principal da nova ponte, mas apenas três acessos serão liberados aos tráfego.

Em seu discurso, Bolsonaro exaltou o trabalho do governo, no tocante as ações para amenizar os efeitos da pandemia da economia no país.

“O nosso país é o que melhor se saiu, ou um dos melhores se saíram no tocante a economia [durante pandemia]. Prestamos todos os apoios possíveis a estados e municípios” disse Bolsonaro

E disse ainda que “O auxílio emergencial foi diretamente na veia, diretamente na conta de 67 milhões de brasileiros, que precisavam realmente disso aí. Isso fez também, movimentar a economia do estado e do município. Tivemos o Pronamp para pequenas e microempresas, onde milhões de empregos foram salvos”

“Não poupamos esforços para mandar recursos, além de meios materiais, para a saúde. Hoje, praticamente todos os hospitais estão mobilhados. Também adiantamos para governadores e prefeitos oque seria a expectativa daquela perda de receita, com ICMS e ISS e tanto isso foi bom que eu não tenho notícia, pela primeira vez na história do Brasil de que vai faltar recursos para pagar o 10º [salário]” afirmou o presidente.

Durante, Bolsonaro citou as ações do governo durante a pandemia e lamentou não poder atuar diretamente no combate à Covid-19, por decisão do Supremo Tribunal Federal (STF).

“Fizemos o possível, nós não podemos atuar diretamente na questão do Covid por uma decisão judicial. Agora, desde o primeiro momento, nós acertamos, nós falamos do tratamento precoce [da doença]”

Presidente Bolsonaro volta a afirmar que “Economia e Saúde tem que andar de mãos dadas”

Bolsonaro defende tratamento precoce da Covid-19 e critica “politização” do uso da

“Conversei agora, como o ministro Gaúcho, Ernesto Araújo, das Relações Exteriores. Não temos notícia do nossos irmãos da África, abaixo do Deserto do Saara, grande quantidade de óbitos por causa do Covid. Pensavam o contrário. A pessoa com alguma deficiência alimentar, pessoas mais pobres, fosse ser em maior quantidade de vitimados e não foi, porque, porque la eles tratam, o que muitos infelizmente, o elemento chegava com malária e covid e era tratado com hidroxicloroquina e ficava bom.” disse Bolsonaro.

Segundo Bolsonaro, não “Precisa ser muito inteligente para entender que a hidroxicloroquina serve para as duas coisas. Não precisa ser muito inteligente, isso é coisa óbvia”

“E aqueles que me criticavam, ‘não tem comprovação científica’, sim , eu sempre disse que não tinha, mas é um remédio usado a 70 anos no Brasil, para malária e para Lupus. Porque a politização disso” criticou.

E seguiu: “Cada vez que o número de óbitos por milhões de habitantes, o Brasil cada vez vai pra baixo, é uma prova que deu certo”.

“Nós evitamos um colapso da Economia. Economia e Saúde tem que andar de mãos dadas” disparou. Bolsonaro

Continue acompanhando aqui em nosso site, as notícias mais relevantes do seu dia a dia. Notícias do Brasil e do mundo, com responsabilidade e credibilidade.

Veja Muito Mais Sobre o Presidente Jair Bolsonaro e Seus Ministros de Governo no Site Welesson Oliveira!

Visite Nosso Site “Periquito Esporte e Notícias

Presidente Bolsonaro volta a afirmar que "Economia e Saúde tem que andar de mãos dadas"
Presidente Bolsonaro volta a afirmar que “Economia e Saúde tem que andar de mãos dadas”

Entretanto… No entanto… De acordo com o… Ainda de acordo com… Mesmo que… Por outro Lado… Além disso… Mesmo porque… Aliás… Afinal… Ademais… Anteriormente… Assim… contudo… Embora… Enquanto… Então… Entretanto… Outrossim… Pois… Por enquanto… Por enquanto…