Projeto do governo prevê privatização dos presídios...Confira!

Projeto do governo prevê privatização dos presídios e presos trabalhando para pagar seus custos

Projeto do governo prevê privatização dos presídios e presos trabalhando para pagar seus custos.

O governo federal, liderado pelo Presidente da República, Jair Bolsonaro, elaborou um plano para tentar resolver o problema da superlotação nas prisões brasileiras.

Essa é uma ideia para privatizar essas unidades, além de permitir que os detidos trabalhem duro para reduzir suas penas e pagar suas despesas com remuneração.

Martha Seillier, secretária especial do Programa de Parceria para Investimentos (PP) do Ministério da Economia, comentou o projeto em entrevista ao portal de extrema esquerda, UOL e afirmou que o modelo será concretizado por meio de uma parceria público-privada (PPP). Portanto, o setor privado poderá operar prisões por 35 anos.

Em suas palavras, a secretária disse:
“Já estamos com os dois pilotos em estruturação e na etapa de estudo de viabilidade para saber como será o ressarcimento do investidor privado ao longo dos 35 anos (…) Nós cremos que o leilão possa realizar no ano que vem”

Vale ressaltar também que, até o momento, o país possui apenas um modelo de rede que é gerido da construção à administração por meio da iniciativa privada.

A unidade em questão fica em Ribeyondas Neves, em Minas Gerais. Ainda de acordo com o secretário, a meta é abrir mais dois novos negócios no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina, que se tornarão modelos para outras partes do país.

Veja Muito Mais Sobre o Presidente Jair Bolsonaro e Seus Ministros de Governo no Site Welesson Oliveira!

Visite Nosso Site “Periquito Esporte e Notícias

Projeto do governo prevê privatização dos presídios e presos trabalhando para pagar seus custos

Entretanto… No entanto… De acordo com o… Ainda de acordo com… Mesmo que… Por outro Lado… Além disso… Mesmo porque… Aliás… Afinal… Ademais… Anteriormente… Assim… contudo… Embora… Enquanto… Então… Entretanto… Outrossim… Pois… Por enquanto… Por enquanto…