PT e outros partidos vão ao Supremo contra suposto...Confira!

PT e outros partidos vão ao Supremo contra suposto “ato ditatorial” de Arthur Lira

PT e outros partidos vão ao Supremo contra suposto “ato ditatorial” de Arthur Lira.

Gleisi Hoffmann (Gleisi Hoffmann), presidente nacional do PT, vice-presidente federal, classificou as ações do novo prefeito Arthur Rila (PP-AL) como um “ditador”, que aboliu o apoio a Baleia. Rossi (Sr. SP), seu principal adversário, é membro do conselho de administração da Câmara de Comércio.

Líderes petistas afirmam que pelo menos 11 partidos políticos devem buscar a destituição do novo prefeito do Supremo Tribunal Federal (STF). Segundo Gleisi, problemas técnicos na plataforma de registro atrasarão em alguns minutos o registro do bloco.

Em suas palavras, a deputada federal, que não conseguiu votos para se tornar senadora disse:

“Estes minutos agora estão sendo alegados por Arthur Lira para desconhecer o direito do bloco de fazer suas indicações à Mesa”, esclareceu. “Não podemos deixar isso acontecer. Não é só uma questão de sistema ou de Regimento Interno da Casa.

É uma questão da Constituição: a minoria tem direitos e tem de ser representada exatamente pela proporcionalidade que tem. É por isso que vamos brigar no Supremo”.

E o parlamentar destacou ainda que o principal objetivo do TNP ainda é o impeachment do Presidente da República, Jal Bolsonaro. Ele ressaltou: “O fato de Bolsonaro ter conquistado o presidente da Câmara dos Representantes não significa que ele manterá todas essas bases para evitar que sofra um impeachment.”

Veja Muito Mais Sobre o Presidente Jair Bolsonaro e Seus Ministros de Governo no Site Welesson Oliveira!

Visite Nosso Site “Periquito Esporte e Notícias

PT e outros partidos vão ao Supremo contra suposto “ato ditatorial” de Arthur Lira

Entretanto… No entanto… De acordo com o… Ainda de acordo com… Mesmo que… Por outro Lado… Além disso… Mesmo porque… Aliás… Afinal… Ademais… Anteriormente… Assim… contudo… Embora… Enquanto… Então… Entretanto… Outrossim… Pois… Por enquanto… Por enquanto…