Sensacional! Eduardo Bolsonaro apresenta projeto que proíbe voto por meio digital

Sensacional! Eduardo Bolsonaro apresenta projeto que proíbe voto por meio digital.

O agente defendeu o voto escrito, e o TSE estudou o voto via celular. O vice-presidente federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) apresentou na sexta-feira um projeto de lei que proíbe a votação por correspondência, internet e digital.

Como motivo, ele disse que a votação digital levantaria suspeitas. Ele disse que é difícil saber quem está realmente votando e não os outros.

Eduardo disse que a votação por meio de urna eletrônica melhorou a velocidade de apuração e reduziu o número de votos nulos, mas anunciou que ainda faltam mecanismos de segurança contra fraudes eletrônicas. Ele disse:

“Além disso, há notícias quase diárias de hackers que podem invadir os sistemas de segurança de grandes empresas privadas ou das mais diversas agências estrangeiras e do governo central.

Por que então acreditar que apenas as urnas eletrônicas não estarão sujeitas a tais violações?”

Eduardo Bolsonaro

Continue após o anúncio O agente argumentou que o TSE só passou a acumular votos e distribuir o resultado da eleição depois que todas as secretarias eleitorais da unidade federal enviaram todos os votos.

Em suas ele disse:

“O Brasil é 1 país com dimensões continentais. Por essa razão, o país possui, ao todo, 4 fusos horários.

As urnas no Acre, por exemplo, são fechadas duas horas depois da contagem de votos já ter sido iniciada nas regiões Sul, Sudeste e parte do Centro-Oeste (…) iniciar o processo de totalização de votos e divulgação dos resultados no mesmo horário em todo território nacional seria uma forma de evitar possíveis fraudes no processo eleitoral e dar mais segurança ao eleitor“

No pleito brasileiro de 2022, foi estudada a situação da votação pelo celular ou tablet. O TSE exige que as empresas de tecnologia demonstrem no domingo soluções digitais que permitem a votação segura pela Internet.

Reconhecimento facial, biometria, criptografia e as mesmas tecnologias usadas em blockchain e criptomoedas (como Bitcoin) são algumas sugestões que tentam garantir que os votos sejam mantidos em segredo e contados corretamente.

O presidente Jair Bolsonaro disse na quinta-feira (5 de novembro de 2020) que apresentará uma proposta à Assembleia Nacional no próximo ano para restaurar a impressão dos votos das eleições de 2022. Bolsonaro afirmou que o Brasil precisa “estabelecer um sistema eleitoral confiável em 2022”.

“Sim, essa pesquisa já está muito avançada (propôs imprimir votos). Esperamos entrar no próximo ano e nos aprofundar no Senado e no Senado para que possamos realmente ter um sistema eleitoral confiável em 2022.”

Presidente

Bolsonaro disse que o governo está estudando sistemas de votação usados ​​em outros países. Ele argumentou que “o voto escrito é a maneira pela qual você deve conduzir uma auditoria para calcular o número real de votos”. “Sim, devemos ver a situação em outros países e buscar um sistema confiável durante as eleições”.

O Chefe do Executivo defendeu a proposta de alteração à Constituição 135 de 2019, a chamada “PEC da votação por escrito”, que prevê o voto físico nas eleições. O projeto já foi aprovado pela Comissão de Constituição e Judiciário da Câmara de Comércio, mas aguarda análise da próxima comissão especial.

Veja Muito Mais Sobre o Presidente Jair Bolsonaro e Seus Ministros de Governo no Site Welesson Oliveira!

Visite Nosso Site “Periquito Esporte e Notícias

Sensacional! Eduardo Bolsonaro apresenta projeto que proíbe voto por meio digital

Entretanto… No entanto… De acordo com o… Ainda de acordo com… Mesmo que… Por outro Lado… Além disso… Mesmo porque… Aliás… Afinal… Ademais… Anteriormente… Assim… contudo… Embora… Enquanto… Então… Entretanto… Outrossim… Pois… Por enquanto… Por enquanto…

Notícias do Dia