Youtuber esquerdista, Felipe Neto critica Machado de...Confira!

Youtuber esquerdista, Felipe Neto critica Machado de Assis como leitura para jovens

Youtuber esquerdista, Felipe Neto critica Machado de Assis como leitura para jovens.

Youtuber Felipe Neto usou sua rede social para gerar nova polêmica neste sábado (23).

No Twitter, ele criticou a escola por “obrigar” adolescentes a ler escritores como Machado de Assis e Álvares de Azevedo.

Seus comentários acabaram gerando críticas e gerando um debate sobre o assunto das redes sociais. Para Felipe Neto, a medida provou ser “dano da escola à literatura”.

Ele ressaltou que nenhum dos autores era “orientado para os adolescentes” e concluiu que forçá-los a ler esses livros “produzirá jovens que pensarão que a literatura é terrível”.

Apesar de receber muitas críticas, Felipe Neto continuou apresentando seus argumentos e explicou que “ há um mar de jovens odiando livros ”. -Um dos motivos é a forma como a maioria das escolas trata a literatura como matéria – disse o youtuber.

Em suas palavras, ele disse:

““Ah, mas eu…” Mano, larga o umbiguismo e vai ler os replies do meu post, vai ver QUANTAS pessoas são negativamente impactadas pela forma como a literatura é dada nas escolas.”.

Continuando ele disse:

““Tem que ser difícil mesmo, não tem que passar a mão na cabeça de aluno, eles que lutem”. Show, amigão, deu super certo essa estratégia aí nos últimos 100 anos. Beleza.”.

No final, o usuário do YouTube refutou as críticas e lembrou que a “estratégia” utilizada pela escola não funcionava “nos últimos 100 anos”.

Veja Muito Mais Sobre o Presidente Jair Bolsonaro e Seus Ministros de Governo no Site Welesson Oliveira!

Visite Nosso Site “Periquito Esporte e Notícias

Youtuber esquerdista, Felipe Neto critica Machado de Assis como leitura para jovens

Entretanto… No entanto… De acordo com o… Ainda de acordo com… Mesmo que… Por outro Lado… Além disso… Mesmo porque… Aliás… Afinal… Ademais… Anteriormente… Assim… contudo… Embora… Enquanto… Então… Entretanto… Outrossim… Pois… Por enquanto… Por enquanto…